Quatro características da primeira sessão de terapia

Quem nunca fez terapia talvez tenha dificuldade de imaginar como é a primeira sessão. Quero supor que você combinou um horário com um psicólogo para a semana que vem e, enquanto espera o dia, não sabe muito do que vai acontecer. Assim sendo trago aqui quatro características da primeira sessão.

A primeira sessão de terapia

1) Pontualidade é fundamental.

Há uma diferença em relação a outros profissionais liberais, especialmente os da área da saúde,  que é o respeito ao horário. Se você marcou aquele dia e aquela hora na agenda, é nela que você será recebido. Sem atrasos. Chegando um pouco antes do horário, você não permanecerá por muito tempo na sala de espera. Logo você percebe que seu horário é só seu e ele não será usado por outra pessoa senão por você.

2) Confidencialidade é a base.

É natural que quando alguém se sente acolhido, fale de coisas que incomodem profundamente. Nesse sentido, é exatamente por estimar a sua intimidade que o sigilo é a base da psicologia clínica. Os psicólogos seguem o sigilo de acordo com o Código de Ética da profissão (que você pode ter acesso, caso queira). Isso significa que, respeitando o Código, o que quer que você disser, ficará ali.

3) Relacionamento baseado em respeito e empatia.

Algumas pessoas podem ter o receio de não saber como o que é dito será recebido pelo psicólogo. “Será que ele vai me achar uma má pessoa por isso? Será que ele vai querer impor uma mudança nas minhas convicções mais íntimas, aqueles valores que são tão importantes para mim? Será que ele vai querer fazer com que eu acredite na forma dele de ver o mundo?” Muito pelo contrário! Você será acolhido como você é e tudo funcionará bem se o profissional conseguir ter uma noção de como é estar na sua pele, tendo uma ideia das suas angústias tal como você as percebe. Todos os seus valores íntimos serão respeitados porque, afinal de contas, parte da proposta é acompanhar você no seu jeito de lidar com eles.

4) Há um acordo entre ambas as partes.

Como a terapia é algo que se estende em vários encontros, existem algumas regras que precisam ser combinadas logo na primeira sessão. Definição do dia, horário e duração das sessões são alguns exemplos. Há outros detalhes que também são importantes, como as faltas, dados de contato e as formas de comunicação entre você e seu psicólogo. No acordo também é definido o preço da sessão e as formas de pagamento. É preciso que você e o profissional combinem tudo para que vocês funcionem bem juntos.

Com tudo definido, você percebe que entra em um novo tipo de relacionamento. Uma experiência bem diferente da que você tem quando visita outros profissionais de saúde ou da que você tem nos seus relacionamentos pessoais. É um relacionamento comercial mas, no entanto, verdadeiramente receptivo aos seus sentimentos. Você percebe o acolhimento que é oferecido e se vê entrando em um novo tipo de relação. É uma relação de ajuda onde você se sente aceito e respeitado.

Comentários

Psicólogo pela Universidade Federal do Ceará com especialização em Neuropsicologia e aprofundamento em Abordagem Centrada na Pessoa. Atua em Fortaleza – CE oferecendo atendimento individual para adultos ou idosos.